Aprender, Ensinar e Criar

aprender, ensinar e criar

Em maio de 2021 rolou o Scrum Gathering Rio 2021, um dos principais eventos sobre Agilidade da América Latina, que reuniu digitalmente centenas de pessoas de várias regiões para debater e trocar experiências. Tenho muito orgulho de ter participado de todas as edições. Esta foi a 7ª edição do evento no Brasil, e eu pude […]

Eficiência ou eficácia, por onde começar?

Eficiência ou eficácia, por onde começar? 1

Eficácia é fazer a coisa certa, ou seja, estamos falando do “o quê”. Eficiência é fazer certo a coisa, ou seja, estamos falando do “como”.

No século XXI, podemos afirmar que, majoritariamente, eficácia é mais importante que eficiência. No início do século passado, a eficiência era o mais importante.

Vamos trocar exclamações por interrogações?

Vamos trocar exclamações por interrogações? 4

Essa sugestão serve para várias situações de vida, desde o trabalho de um coach ou de um Scrum Master (SM) até no nosso dia-a-dia em redes sociais. Se comunicar usando perguntas é muito mais empático e educativo. Aliás, essa frase-título só parece uma sugestão porque está no formato de pergunta, se não iria parecer uma obrigação

Melhoria Contínua: a dor de hoje é o êxito de amanhã

Melhoria Contínua: a dor de hoje é o êxito de amanhã 5

“A dor de hoje é o êxito de amanhã”. Essa frase parece até algum ensinamento de autoajuda, mas ela está ligada a um valor essencial nos métodos ágeis: a melhoria contínua! Para explorar esse assunto, resolvi então trazer outras frases de efeito.

Não pega no meu Avatar!

Imagem do filme Avatar em que Neytiri protege Sully com uma faca e grita! Na imagem o grito foi substituído por NÃO PEGA NO MEU AVATAR!

Avatar significa uma representação em um outro mundo. Por isso, o nome do filme Avatar. Porém, em um quadro de tarefas, denominamos Avatar a nossa representação no mundo do trabalho. Em geral, usar avatar no quadro de tarefas significa que há uma imagem associada a cada membro do time, indicando a tarefa na qual está trabalhando.

Humanos sim, Recursos não!

Humanos sim, Recursos não!

Neste século XXI, estamos testemunhando uma transição da forma de se trabalhar. A nível mundial, a força de trabalho está se deslocando do braçal para o criativo. Precisamos criar mecanismos de motivação que explorem positivamente a nossa não linearidade.