Você já ouviu falar da Síndrome de Michael Jordan?

Luiz Rodrigues (Lula), Agile Expert e Trainer na K21

Este post não tem tags.

Compartilhe:

Você já ouviu falar da Síndrome de Michael Jordan? Provavelmente não. Mesmo porque ela foi “inventada” pouco antes da publicação deste post. É que hoje aconteceu um fato que pode acontecer com qualquer um e, carinhosamente, a pessoa que passou pela situação resolveu dar um nome ao ocorrido.

Olha só:

Quando o treinador Phil Jackson chegou ao Chicago Bulls em 1989, sua primeira percepção era que o time tinha uma dependência enorme do Michael Jordan, chegando ao cúmulo do seu time apenas passar a bola e o assistir jogar tamanha a admiração que tinham da sua personalidade e domínio técnico. Por consequência, sofriam uma certa paralisia por medo de errar e/ou por medo de comprometer algo e decepcioná-lo quando acionados por ele.

Se você admira muito uma pessoa e em um belo dia em que está trabalhando ao lado dela e jogando junto você é acionado e dá aquela travada, parabéns! Você possui a síndrome de Michael Jordan.

A idéia deste post é mostrar que você não está sozinho. Tem muita Síndrome de Michael Jordan acontecendo por aí. Relaxa, vai passar! Use a colaboração a seu favor e faça como Scott Pippen, que ganhou 6 NBAs jogando com o Jordan no Chicago Bulls.

😉

Sobre o autor(a)

Agile Expert e Trainer na K21

Lula é host no Love the Problem, o podcast da K21. Entre um episódio e outro, contam por aí que ele também dá aula de Kanban, Flight Levels e Certified Scrum Developer, mas eu só acredito vendo…

No headers found for the table of contents.

Artigos relacionados

Após terminar de ler o livro Ruído de Daniel Kahneman, decidi reler alguns clássicos que não olhava há algum tempo. Dentre eles, Rápido e Devagar do mesmo autor e Pensando em Sistemas de Daniela Meadows. Não pude deixar de perceber…

O Guia do Scrum fala sobre o refinamento do Product Backlog: “O Product Backlog é refinado conforme necessário” (p. 9). Todavia ele não descreve exatamente o que é o refinamento. Uma reunião, uma atividade, um processo. Neste artigo vamos jogar…

Marcos Garrido, Sócio-fundador e Trainer na K21

Existem muitas formas de organizar as métricas de seu produto / empresa. Aqui neste blog já escrevemos sobre as Métricas do Pirata, Fit For Purpose (F4P) e Métricas nas Quatro Áreas de Domínio da Agilidade. Todavia, agora, queremos falar sobre…

Após alguns anos desenvolvendo produtos e ajudando outras empresas a fazer tal, gostaria de listar com vocês alguns erros comuns que percebi ao longo dessa jornada. Olhando para as 4 Áreas de Domínio da Agilidade (Negócio, Cultural, Organizacional e Técnica)…