Agilidade Recife 2018 – Palestra: Kanban e suas tendências de forma pragmática

Luiz Rodrigues (Lula), Agile Expert e Trainer na K21

Este post não tem tags.

Compartilhe:

Na edição de 10 anos do Agilidade Recife, nós da K21 não poderíamos deixar de estar presentes. Além de patrocinadores, fomos convidados pela comunidade Pernambucana a palestrar.

O tema da palestra é “Kanban e suas tendências de forma pragmática”. A inspiração veio do post “Kanban: quem seguir e o que ler, direto da maior conferência Kanban do mundo” que escrevi diretamente de Seattle, na Lean Kanban North America 2018 (LKNA18), a maior conferência Kanban do mundo.

Na LKNA18, além da palestra da Teodora Bozheva sobre o Kanban Maturity Model (KMM), tive a oportunidade de assistir também ao Keynote do David Anderson, “First Who, Then Why: Becoming a Level 6 Leader”. De quebra, no último dia, participei do workshop do Alexei Zheglov sobre Fit-for-purpose (F4P), o livro que ele publicou com o DavidMeus rabiscos do workshop estão neste tweet.

Decidi então contar à comunidade pernambucana, inspirado no jeito de Ariano Suassuna contar causos, a história de um episódio que me fez refletir sobre a maturidade das organizações e o quanto elas são ou não fit-for-purpose, aproveitando a deixa para introduzir o KMM e o F4P àqueles que já conhecem Kanban.

Você pode conferir os slides da palestra aqui.

Agradeço, mais uma vez, à Teresa Maciel e a toda a querida comunidade ágil Pernambucana, que sempre recebe a K21 de braços abertos!

RE CI FE !!! \o/

Sobre o autor(a)

Agile Expert e Trainer na K21

Lula é host no Love the Problem, o podcast da K21. Entre um episódio e outro, contam por aí que ele também dá aula de Kanban, Flight Levels e Certified Scrum Developer, mas eu só acredito vendo…

No headers found for the table of contents.

Artigos relacionados

O Guia do Scrum fala sobre o refinamento do Product Backlog: “O Product Backlog é refinado conforme necessário” (p. 9). Todavia ele não descreve exatamente o que é o refinamento. Uma reunião, uma atividade, um processo. Neste artigo vamos jogar…

Marcos Garrido, Sócio-fundador e Trainer na K21

Existem muitas formas de organizar as métricas de seu produto / empresa. Aqui neste blog já escrevemos sobre as Métricas do Pirata, Fit For Purpose (F4P) e Métricas nas Quatro Áreas de Domínio da Agilidade. Todavia, agora, queremos falar sobre…

Após alguns anos desenvolvendo produtos e ajudando outras empresas a fazer tal, gostaria de listar com vocês alguns erros comuns que percebi ao longo dessa jornada. Olhando para as 4 Áreas de Domínio da Agilidade (Negócio, Cultural, Organizacional e Técnica)…

Uma das principais habilidades que desenvolvemos enquanto consultores é a de fazer boas perguntas. Uma vez que as pessoas percebem o poder que tem uma boa pergunta, colocada ali na hora certa e que muda o destino de uma reunião,…