Como motivar indivíduos

Este post não tem tags.

Compartilhe:

Ter profissionais motivados é o sonho de todo gestor, pois a motivação é ingrediente fundamental para o sucesso.
Muitas empresas fazem políticas de motivação para seus funcionários, mas desconsideram o fato de que pessoas se motivam por razões diferentes. A motivação é fruto de diversas influências: personalidade, formação, geração, contexto atual, etc…

Nesta palestra apresentada no TDC 2014 exploramos esses diferentes pontos de influência.

Há uma corrente de pensamento que acredita que o dinheiro não é a principal motivação dos trabalhadores do conhecimento. Quando se atinge uma remuneração que atenda à sua expectativa, as pessoas tem outros interesses. É sobre isso que trata o apresentação de Daniel Pink sobre Motivação 3.0.
As diferenças entre as gerações também refletem os diferentes anseios. Ao longo dos tempos, o desejo por segurança foi trocado pela busca do sucesso financeiro e hoje, a geração Y, quer emoção ao longo do caminho (vide All Work All Play).

Moving Motivators é uma ferramenta introduzida por Jurgen Appelo no livro/curso de Management 3.0. Ela pode ser um instrumento muito útil na compreensão de cada indivíduo.

Ao entender o que motiva um individuo, podemos fazer ações personalizadas, mantendo o interesse e engajamento em alto nível.

Sobre o autor(a)

Consultor, Trainer e Cofundador da K21

Rodrigo de Toledo é co-fundador da K21, Certified Scrum Trainer (CST) pela Scrum Alliance, Kanban Coaching Professional (KCP) e Accredited Kanban Trainer (AKT) pela Kanban University, além de Licensed Management 3.0 Facilitator. Com Ph.D na França, possui diversos artigos internacionais e lecionou por doze anos na PUC-Rio e na UFRJ, duas das principais universidades da América do Sul.

No headers found for the table of contents.

Artigos relacionados

O Guia do Scrum fala sobre o refinamento do Product Backlog: “O Product Backlog é refinado conforme necessário” (p. 9). Todavia ele não descreve exatamente o que é o refinamento. Uma reunião, uma atividade, um processo. Neste artigo vamos jogar…

Marcos Garrido, Sócio-fundador e Trainer na K21

Existem muitas formas de organizar as métricas de seu produto / empresa. Aqui neste blog já escrevemos sobre as Métricas do Pirata, Fit For Purpose (F4P) e Métricas nas Quatro Áreas de Domínio da Agilidade. Todavia, agora, queremos falar sobre…

Após alguns anos desenvolvendo produtos e ajudando outras empresas a fazer tal, gostaria de listar com vocês alguns erros comuns que percebi ao longo dessa jornada. Olhando para as 4 Áreas de Domínio da Agilidade (Negócio, Cultural, Organizacional e Técnica)…

Uma das principais habilidades que desenvolvemos enquanto consultores é a de fazer boas perguntas. Uma vez que as pessoas percebem o poder que tem uma boa pergunta, colocada ali na hora certa e que muda o destino de uma reunião,…