A importância do Facilitador

Marcos Garrido, Sócio-fundador e Trainer na K21

Este post não tem tags.

Compartilhe:

Não há duvidas de que o ScrumMaster é um facilitador. Alguém, cujo expertise em soft skills ajuda o time a ser mais eficiente, não apenas nas reuniões e eventos do Scrum, mas também durante o dia a dia de trabalho. Embora conhecer técnicas de facilitação seja um papel primário do ScrumMaster, tanto Product Owners como membros do time de desenvolvimento podem se beneficiar das técnicas e práticas de facilitação.

Mas afinal, o que é facilitação?

Facilitação é um processo pelo qual uma pessoa suficientemente neutra e que não possui autoridade considerável no processo decisório do grupo, diagnostica e intervém para ajudar o grupo a melhorar como ele identifica e resolve problemas e toma decisões, para aumentar a efetividade do grupo.

Uma das preocupações de um Facilitador é identificar e tratar as disfunções que ocorrem no dia a dia do trabalho. Entendemos por disfunção qualquer comportamento indesejado, seja ele consciente ou inconsciente, que atrapalhe ou desvie o foco do trabalho do time, como por exemplo:

– membros de time que chegam tarde ou saem cedo;
– problemas de comunicação e entendimento nas discussões no trabalho;
– agressividade ou passividade diante de dificuldades;
– desinteresse ou falta de participação de um ou mais membros do time;
– membros do time que monopolizam as discussões e/ou decisões técnicas.

Um profissional que domina as técnicas de facilitação possui as armas e ferramentas necessárias para endereçar e evitar ou resolver os problemas citados acima, de forma que seu time passe a ser mais produtivo e evolua rumo à maturidade esperada.

Um exemplo é a técnica conhecida como Five Fingers, criada para ajudar na obtenção de consenso.

Leia mais conteúdos sobre Facilitação:

Transformação Ágil: 5 práticas para promover mudanças
Será que somos um time?
O time tarefeiro e o time de produto

Descubra quais são os pápeis do Facilitador e Técnicas de Facilitação com treinamento de Técnicas Ágeis!treinamento técnicas ágeis de facilitação

Sobre o autor(a)

Co-fundador, Consultor na Nower e Trainer na K21

Marcos Garrido, co-fundador da K21, é Certified Enterprise Coach (CEC), Certified Scrum Trainer (CST) e Certified Team Coach (CTC), fazendo parte do seleto grupo no mundo que possuem as três certificações mais importantes da Scrum Alliance. Com grande atuação internacional, possui larga experiência em Transformação Digital e Gestão de Produtos.

Artigos relacionados

Após terminar de ler o livro Ruído de Daniel Kahneman, decidi reler alguns clássicos que não olhava há algum tempo. Dentre eles, Rápido e Devagar do mesmo autor e Pensando em Sistemas de Daniela Meadows. Não pude deixar de perceber…

O Guia do Scrum fala sobre o refinamento do Product Backlog: “O Product Backlog é refinado conforme necessário” (p. 9). Todavia ele não descreve exatamente o que é o refinamento. Uma reunião, uma atividade, um processo. Neste artigo vamos jogar…

Marcos Garrido, Sócio-fundador e Trainer na K21

Existem muitas formas de organizar as métricas de seu produto / empresa. Aqui neste blog já escrevemos sobre as Métricas do Pirata, Fit For Purpose (F4P) e Métricas nas Quatro Áreas de Domínio da Agilidade. Todavia, agora, queremos falar sobre…

Após alguns anos desenvolvendo produtos e ajudando outras empresas a fazer tal, gostaria de listar com vocês alguns erros comuns que percebi ao longo dessa jornada. Olhando para as 4 Áreas de Domínio da Agilidade (Negócio, Cultural, Organizacional e Técnica)…