O que é a User Story?

Este post não tem tags.

Compartilhe:

User Story ou “história de usuário” é uma descrição concisa de uma necessidade do usuário do produto (ou seja, de um “requisito”) sob o ponto de vista desse usuário. A User Story busca descrever essa necessidade de uma forma simples e leve.

Experimente escutar este conteúdo! Dê o play!

Um dos princípios por trás das User Stories é a de que o produto poderia ser integralmente representado por meio das necessidades de seus usuários (Jeffries et al., 2000). O produto desenvolvido com Scrum é descrito por meio de itens do Product Backlog e, assim, de acordo com esse princípio, cada um desses itens deveria ser representado no formato de User Stories. Ou seja, uma User Story representa um e apenas um item do Product Backlog.

É importante destacar que as User Stories não fazem parte do framework Scrum e, assim, seu uso é opcional.

Exemplo de User Story, representando uma necessidade do usuário

Exemplo de User Story, representando uma necessidade do usuário

A User Story é apenas uma promessa de uma conversa, um lembrete de que mais detalhes serão necessários, e não deve ser considerada suficiente para a realização do trabalho. Ela é o começo, mas somente será útil para o desenvolvimento do produto se for seguida por uma série de conversas entre as pessoas de negócios (em geral, o Product Owner) e os membros do Time de Desenvolvimento. Essas conversas visam definir e capturar os detalhes de negócios necessários para o desenvolvimento da funcionalidade que atenderá a essa necessidade do usuário.

Os detalhes de negócios podem ser documentados de diferentes formas e anexados à User Story. Acredita-se, no entanto, que apenas Critérios e Testes de Aceitação da User Story já representem documentação suficiente, uma vez que devem cobrir todos os aspectos de negócios do requisito.

Na prática, questões técnicas (como de refatoração de código ou população de um banco de dados, por exemplo), de pesquisa ou de correção de problemas dificilmente podem ser descritas sob a perspectiva do usuário. Embora pertençam ao Product Backlog, não devem, assim, ser representadas por User Stories. As questões técnicas são, no entanto, de difícil entendimento pelo Product Owner e consequentemente ele enfrentará dificuldades em ordená-las. Dessa forma, recomenda-se que, sempre que possível, elas sejam embutidas como parte das User Stories para as quais são necessárias.

YouTube video

Sobre o autor(a)

Função não encontrada

No headers found for the table of contents.

Artigos relacionados

Após terminar de ler o livro Ruído de Daniel Kahneman, decidi reler alguns clássicos que não olhava há algum tempo. Dentre eles, Rápido e Devagar do mesmo autor e Pensando em Sistemas de Daniela Meadows. Não pude deixar de perceber…

O Guia do Scrum fala sobre o refinamento do Product Backlog: “O Product Backlog é refinado conforme necessário” (p. 9). Todavia ele não descreve exatamente o que é o refinamento. Uma reunião, uma atividade, um processo. Neste artigo vamos jogar…

Marcos Garrido, Sócio-fundador e Trainer na K21

Existem muitas formas de organizar as métricas de seu produto / empresa. Aqui neste blog já escrevemos sobre as Métricas do Pirata, Fit For Purpose (F4P) e Métricas nas Quatro Áreas de Domínio da Agilidade. Todavia, agora, queremos falar sobre…

Após alguns anos desenvolvendo produtos e ajudando outras empresas a fazer tal, gostaria de listar com vocês alguns erros comuns que percebi ao longo dessa jornada. Olhando para as 4 Áreas de Domínio da Agilidade (Negócio, Cultural, Organizacional e Técnica)…